• Gina Vieira Ponte

Viva Paulo Freire


Foto: Arquivo pessoal

Se estivesse vivo, hoje Paulo Freire completaria 99 anos. Mas, no fundo, ele está. Creio mesmo que quem deixa um grande legado segue vivo, eternamente. E o legado de Paulo Freire é grandioso. É o legado de um homem que não só produziu uma obra robusta, potente e imprescindível, mas é o legado de um homem que, pela trajetória de vida, tinha legitimidade para dizer tudo o que disse e para anunciar o que anunciou ao mundo. No caso de Paulo Freire, aplica-se plenamente aquela máxima "as palavras convencem, o exemplo arrasta".


Quando vejo qualquer pessoa, em especial quem é da área de educação, tentando desqualificar ou desacreditar Paulo Freire, a primeira conclusão a que eu chego é que aquela pessoa nunca se deu ao trabalho de entrar, verdadeiramente, em contato com as palavras dele.

A escrita de Paulo Freire, a semântica, o estilo dele são únicos. O que ele escreve vivifica, provoca, instiga, inquieta, porque é escrita nascida no parto da vida, na luta, no trabalho, não é palavra morta gerada estéril, por não ser genuína o suficiente para existir.


Como Bell Hooks, lendo a obra de Paulo Freire eu encontrei a cura das minhas dores no magistério, eu resgatei o sentido do meu fazer pedagógico como compromisso máximo com a transformação social. E ainda é às suas palavras que eu recorro quando as incertezas da jornada na educação me solapam.


Tenho muitos livros de Paulo Freire que considero essenciais, mas penso que ninguém, ninguém poderia colocar o pé em uma sala de aula sem ter lido A Pedagogia do Oprimido, A importância do ato de ler, A educação como prática da liberdade e A Pedagogia da Autonomia.


Se você é professor ou professora e se ama a educação, mergulhe na semântica de Paulo Freire, na prosa poesia palavra viva que acorda, liberta e transforma. Viva Paulo Freire! Paulo Freire Vive.


Muito obrigada, mestre, por sua existência e legado!


* * *

Gina Vieira Ponte é professora de língua portuguesa na rede pública do Distrito Federal, mestre em Linguística pela Universidade de Brasília (UnB), especialista em Educação a Distância (EAD) e em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar e criadora do Projeto Mulheres Inspiradoras.

O artigo acima é de responsabilidade da autora e não reflete necessariamente a visão do Educa 2022.

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Educa 2022. Os textos do portal Educa 2022 podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte "Educa 2022".