• Secom UnB

UnB: reitora reeleita encabeça lista tríplice


Foto: Reprodução/Secom UnB

O Conselho Universitário (Consuni) da Universidade de Brasília (UnB) aprovou, em votação realizada no último dia 17 de setembro, a lista tríplice a ser enviada ao Ministério da Educação (MEC) para a nomeação da reitora que ficará no comando da instituição até 2024. A lista é encabeçada pela atual gestora da UnB, Márcia Abrahão, que foi reeleita, tendo recebido 96% dos votos do colégio eleitoral (foram 85 de um total de 89 votos válidos).

Os outros dois nomes que compõem a lista são os das professoras Olgamir Amancia Ferreira, da Faculdade UnB Planaltina (FUP), que recebeu dois votos, e Germana Henriques Pereira, do Instituto de Letras (IL), que teve um voto. Houve, ainda, uma abstenção.


"Essa votação é o reconhecimento de nosso trabalho, sério, de excelência e inclusão. Me comprometo, nos próximos quatro anos, a seguir defendendo a UnB, a autonomia universitária e honrando o legado de nossos fundadores. Hoje, nesta reunião histórica, a comunidade mostrou estar unida, e o Consuni reafirmou o compromisso da UnB com a democracia", disse a reitora Márcia Abrahão. 

Em agosto, a consulta informal feita à comunidade acadêmica – organizada pela Associação dos Docentes da UnB (ADUnB), pelo Sindicato dos Trabalhadores da Fundação Universidade de Brasília (Sintfub) e pelo Diretório Central dos Estudantes Honestino Guimarães (DCE) – deu a vitória à Márcia Abrahão. Ela recebeu 54% dos votos. A consulta, entretanto, não é vinculante, sendo válida unicamente a eleição no Consuni.

'Autonomia universitária'


A reunião foi presidida pelo professor Volnei Garrafa, docente mais antigo do Consuni. "Me sinto honrado em presidir este colegiado em um dia tão importante, que marca o exercício de nossa autonomia universitária", comentou ele, na abertura dos trabalhos. Garrafa é também o professor mais antigo da UnB, estando há 47 anos no magistério.

A lista tríplice será avaliada pelo Ministério da Educação, que encaminhará a indicação para o presidente da República. Ele tem até o dia 21 de novembro para fazer a nomeação. Essa é a data de encerramento do mandato da reitora, segundo interpretação da Assessoria Jurídica do ministério.

A escolha obedeceu ao disposto na lei n. 9.192/95 e no decreto n. 1.916/96, normativos que orientam o processo eleitoral nas universidades. Também foi considerada a resolução do Consuni n. 25/2020, que estabeleceu o calendário.

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Educa 2022. Os textos do portal Educa 2022 podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte "Educa 2022".