• Mariana Weber da Rosa

Os 3 conselhos de Obama



Ao participar de homenagem aos formandos do ensino médio de 2020, o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama deu três conselhos aos estudantes: não fiquem com medo, apesar da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências; façam o que é certo, em vez de agir como crianças pequenas que preferem o que é mais fácil ou conveniente; e construam uma comunidade, isto é, lutem pelos direitos do próximo, independentemente das diferenças étnicas, raciais e religiosas.

Obama mencionou outras crises que os EUA e o mundo já enfrentaram, como os ataques terroristas em 11 de setembro de 2001. Ele afirmou que está nas mãos da nova geração não repetir os erros do passado e construir um futuro diferente. E destacou a importância de valores como "justiça, generosidade e respeito pelos outros".


Confira um trecho do discurso de Obama no último dia 16 de maio, em programa especial transmitido por algumas das principais emissoras de TV dos EUA para homenagear os estudantes que ficaram privados das tradicionais cerimônias de formatura devido à pandemia de covid-19:

"Com todos os desafios que o país enfrenta agora, ninguém pode dizer a vocês 'você é muito jovem para entender' ou 'é assim que as coisas sempre foram feitas'. Com tanta disputa e incerteza, a geração de vocês deve moldar o mundo.


Como eu sou um dos caras mais velhos, eu não vou dizer para vocês o que fazer com esse poder que está em suas mãos, mas vou dar três conselhos a vocês.


Primeiro: não fiquem com medo, os Estados Unidos já passaram por momentos difíceis antes: escravidão, guerra civil, fome, doenças, a grande depressão e o 11 de setembro. Nos tornamos mais fortes em todas as vezes. Normalmente porque uma nova geração, pessoas jovens como vocês, aprenderam com erros do passado e descobriram como fazer melhor as coisas.


Segundo: façam o que vocês acham certo. Fazer o que os faz se sentirem bem, o que é conveniente e fácil, é o que as crianças pequenas pensam em fazer. Infelizmente muitas das pessoas chamadas adultas, incluindo algumas com títulos chiques e cargos importantes, ainda pensam dessa forma, e é por isso que as coisas estão tão complicadas.


Eu espero que vocês, ao invés disso, decidam guiar-se por valores que perduram, como honestidade, trabalho duro e responsabilidade, justiça, generosidade e respeito pelos outros. Vocês não vão acertar todas as vezes, vocês vão errar. Todos nós erramos, mas, se vocês ouvirem a verdade que está dentro de vocês, mesmo quando for difícil, mesmo quando for inconveniente, as pessoas vão notar. Elas vão se aproximar de vocês, que serão parte da solução ao invés de serem parte do problema.


E, por fim, construam uma comunidade. Ninguém faz coisas grandiosas sozinho. Agora, enquanto as pessoas estiverem assustadas, é fácil ser cínico e dizer 'deixa eu cuidar somente de mim' ou 'da minha família' ou 'de pessoas que parecem ou pensam ou rezam como eu'. Mas, se nós vamos passar por esses tempos difíceis, se nós vamos criar um mundo onde todos tenham oportunidade para achar um emprego e possam pagar pela faculdade, se vamos salvar o meio ambiente e derrotar futuras pandemias, então, vamos ter que fazer juntos.

Então, vivam pela luta de todos, posicionem-se pelo direito de todos. Deixem para trás o velho jeito de pensar que dividiu todos nós: sexismo, preconceito racial, status, ganância − e coloquem o mundo em um caminho diferente."


* * *

Mariana Weber da Rosa é graduada em produção audiovisual na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). Fez curso de maquiagem na London College of Fashion e de efeitos especiais na Cavendish College, em Londres, no Reino Unido. Atualmente é produtora cultural e de conteúdo, tendo criado a Ah Tri Cultural.

1 comentário

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Educa 2022. Os textos do portal Educa 2022 podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte "Educa 2022".