• Demétrio Weber

Nomeado novo ministro da Educação



O professor Carlos Alberto Decotelli da Silva é o novo ministro da Educação. Ele foi anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro nesta quinta-feira (25) e nomeado em edição extra do Diário Oficial da União.

Decotelli presidiu o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) entre fevereiro e agosto de 2019, no primeiro ano de Bolsonaro. É oficial da reserva da Marinha e sua nomeação teria agradado à ala militar do governo.


"Não tenho nem preparação para fazer discussão ideológica, minha função é técnica", disse ele à repórter Paula Ferreira, do jornal O Globo.

Doutor em administração financeira pela Universidade Nacional de Rosário, na Argentina, Decotelli tem pós-doutorado pela Bergische Universitat Wuppertal, na Alemanha.

O novo ministro é o terceiro titular do Ministério da Educação (MEC) em menos de um ano e meio de governo. Ele substitui Abraham Weintraub, que deixou o cargo na semana passada e que responde a inquéritos sobre racismo (contra chineses) e disseminação de notícias falsas.

Decotelli é o segundo ministro negro da Educação. O primeiro foi Henrique Paim, nomeado em 2014.

O novo titular da pasta é graduado em economia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e tem mestrado em administração pela Fundação Getúlio Vargas (FGV/Ebape).

Em sua carreira docente, foi pioneiro, ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, na criação do curso de MBA em Finanças do IBMEC, instituto que tem Guedes entre seus fundadores.

Financista


No ano passado, ao ser nomeado presidente do FNDE, Decotelli foi apresentado como "financista, autor de livros e professor". O texto divulgado pelo FNDE na ocasião dizia o seguinte:


"Com domínio sobre os temas relacionados a finanças, administração e educação, o novo presidente do FNDE também foi criador do curso Gestão Financeira Corporativa no New York Institute of Finance e coordenador de Finanças Corporativas Internacionais na FGV.

Ao longo de sua carreira acadêmica, Decotelli acompanhou de perto os desafios da educação como um todo, acumulando vasta experiência na área. Foi professor de Pós-Graduação em Finanças na Fundação Dom Cabral e na FGV; professor e membro da equipe de criação do curso de Pós-Graduação em Finanças na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUC-RS, juntamente com o juiz Sergio Moro e o professor Edgar Abreu. Foi pioneiro no Brasil na criação dos cursos MBA Finanças no Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais – IBMEC, juntamente com os professores Paulo Guedes, Roberto Castello Branco e Antônio de Araujo Freitas Junior. Também lecionou a disciplina Métodos Quantitativos Aplicados ao Design na Universidade Federal do Paraná e atuou como professor de Gestão Financeira Corporativa em Wall Street, no New York Institute Of Finance. É um dos professores criadores do segmento de finanças na Fundação Dom Cabral desde 1996.

Como Oficial da Reserva da Marinha, o novo presidente do FNDE também atuou como professor e coordenador do Jogo de OMPS na EGN − Escola de Guerra Naval, no Centro de Jogos de Guerra, na equipe do Almirante Almir Garnier."

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por Educa 2022. Os textos do portal Educa 2022 podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte "Educa 2022".