• Demétrio Weber

No DF, escolas privadas voltam em 27 de julho


Sala de aula vazia em escola da rede pública do DF. Foto: João Alberto Ferreira, Ascom/SEEDF

O governo do Distrito Federal autorizou a retomada das aulas presenciais em escolas, faculdades e universidades da rede privada a partir do próximo dia 27 de julho. Na rede pública, a volta foi liberada a partir de 3 de agosto.

A autorização foi publicada nesta quinta-feira (2), em edição extra do Diário Oficial do DF, na página 3, itens F e G. O decreto do governador Ibaneis Rocha (PMDB) determina que as turmas sejam reorganizadas, a fim de reduzir o número de alunos por sala, com alternância de aulas presenciais e ensino remoto.

O decreto diz que as instituições privadas deverão "envidar esforços para que o retorno às aulas se dê de modo gradativo". Há orientações, entre outras, sobre uso de máscaras, limpeza dos ambientes, distanciamento de 1,5 metro entre os alunos, proibição de bebedouros e escalonamento de horários de entrada e saída para evitar aglomerações de pais e estudantes.

Rede pública

Na rede pública do DF, as aulas presenciais serão retomadas primeiramente no ensino médio, na educação de jovens e adultos (EJA) e na educação profissional, a partir de 3 de agosto. Uma semana depois, no dia 10, voltarão as turmas dos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano); no dia 17, as dos anos iniciais do fundamental (1º ao 5º ano); no dia 24, creches e pré-escolas; o último segmento será o da educação especial, no dia 31 de agosto.

As turmas serão reduzidas pela metade, mediante rodízio e o chamado ensino híbrido: a cada semana, 50% dos estudantes estarão em sala e os demais, em casa, em ensino remoto - que poderá ser mediado por tecnologia (aulas on-line e pela TV) ou por meio de material impresso distribuído aos alunos.

“A Secretaria está há quase cinco meses pesquisando, produzindo os protocolos com base no que já vem sendo testado no mundo inteiro, ensaiando e estaremos muito atentos e cuidadosos com a nossa comunidade escolar”, disse o secretário de Educação do Distrito Federal, Leandro Cruz, em nota divulgada pela Secretaria da Educação.

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Educa 2022. Os textos do portal Educa 2022 podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte "Educa 2022".