• César Steffen

Nada a dever ao presencial


Dados compilados a partir de indicadores do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) mostram que os cursos de educação a distância (EAD) conseguem resultados próximos, às vezes até superiores, aos cursos presenciais.

Há variações conforme a área e o ano do exame, mas a proximidade e mesmo a alternância de posições entre presencial e EAD, nas várias edições da prova, mostram que a EAD está alcançando os objetivos de formação almejados. Em algumas áreas, a diferença de notas no Enade é menor que 1%

A EAD tem crescido de forma rápida, consistente e sustentável no Brasil, projetando que, em breve, o número de matriculados em ensino superior na EAD será maior que no presencial. E isso deve ser acelerado, crescer ainda mais, frente ao cenário de quarentena e isolamento social.

Sem medo


Com o impacto da covid-19 na sociedade, as últimas projeções indicam que a EAD será o pilar de sustentação da educação superior nos próximos anos, não somente pelos temores que as aglomerações geram, mas principalmente por conseguir ofertar mais facilidade e comodidade.

E também porque, neste momento, aqueles que mais temiam e mesmo rejeitavam a EAD estão sendo obrigados a utilizar seus recursos em suas atividades de ensino, perdendo o medo e percebendo os benefícios que oferece. Some isso a preços mais competitivos, maior flexibilidade de horários e conexões melhores, e o cenário para a afirmação da EAD está formado.


* * *

* César Steffen é doutor em comunicação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e criador da EAD sem Mistérios, plataforma que oferece cursos de formação em educação a distância para professores e gestores. Pesquisador nas áreas de comunicação, design e marketing, leciona em cursos de graduação e pós-graduação há mais de 15 anos. Atua também como avaliador do ensino superior brasileiro, integrando o Banco de Avaliadores (BASis) do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) do Ministério da Educação. É autor dos livros Midiocracia: a nova face das democracias contemporâneas e Tecnologia pra quê? − Volumes 1 e 2.

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por Educa 2022. Os textos do blog Educa 2022 podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte "Educa 2022".