• Demétrio Weber

LinkedIn destaca blog Educa 2022

Atualizado: Mai 25



O LinkedIn, rede social para profissionais, deu destaque à notícia do blog Educa 2022 sobre o adiamento do Enem, na semana passada. A matéria Enem adiado para dezembro ou janeiro, postada no blog na última quinta-feira (21/5) e compartilhada na rede social, foi recomendada pelos editores do LinkedIn para os demais usuários. Em dois dias, até as 12h de sábado, a recomendação já tinha 1.130 visualizações.

A matéria trata do anúncio de que o Enem 2020 será adiado por 30 a 60 dias, em data a definir, devido ao fechamento das escolas em meio à pandemia de covid-19. A justificativa é que boa parte dos estudantes, principalmente na rede pública e nas famílias mais pobres, está sem aulas ou com dificuldades de acesso à internet e às atividades remotas.

Ao transferir as provas para dezembro ou janeiro, cria-se a possibilidade de que a retomada do ensino presencial, nos próximos meses, permita aos estudantes recuperar parte do tempo perdido e fazer o exame em condições menos desiguais.

Queda de braço

"Derrotado após uma queda de braço com quase todos os setores da educação, o governo federal anunciou o adiamento do Enem 2020 pelo prazo de 30 a 60 dias", diz a matéria. Em outro trecho, lembra que o Inep, órgão ligado ao Ministério da Educação, agiu somente após o Congresso sinalizar que o faria.


Na véspera, o Senado aprovara, por 75 votos a 1, projeto de lei que adia o Enem 2020 e os demais vestibulares para depois do término do ano letivo − o que ainda não se sabe quando vai ocorrer. A Câmara dos Deputados caminhava na mesma direção.

Inscrições

Ainda na semana passada, o Inep prorrogou por mais cinco dias o prazo de inscrição no Enem: de 22 para 27 de maio. Secretários estaduais de educação haviam solicitado prazo mais longo, até 5 de junho. O Enem 2020 já tem mais de 5,1 milhões de inscritos.

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Educa 2022. Os textos do portal Educa 2022 podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte "Educa 2022".