• Demétrio Weber

Lançada nova plataforma do QEdu


Foto: Lukas Blazek

Está disponível na internet uma nova ferramenta de gestão que poderá ajudar as redes de ensino em todo o Brasil. Trata-se do QEdu Gestão, uma iniciativa conjunta do instituto Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede), da Cátedra Sérgio Henrique Ferreira do Instituto de Estudos Avançados da USP de Ribeirão Preto, da B3 Social e da Fundação Lemann. Seguem informações divulgadas pela assessora Lecticia Maggi, do Iede:


"O QEdu, portal de dados educacionais criado em 2012 e que conta com mais de 5 milhões de acessos por ano, terá uma nova plataforma em seu portfólio: o QEdu Gestão. Com ela, profissionais que atuam em Educação poderão analisar dados das redes de ensino ou escolas que têm interesse, e essas informações podem ser tanto de avaliações ou questionários nacionais quanto de avaliações próprias que as unidades tenham realizado. Esse é um dos grandes diferenciais do QEdu Gestão em relação ao que já existe no QEdu: enquanto no QEdu as bases de dados são as mesmas para todos os usuários, no Gestão é possível customizá-las, inserindo novas planilhas. A intenção é possibilitar análises mais rápidas e eficazes de acordo com o que é mais importante para cada gestor.

Sobre a plataforma - A plataforma traz uma visualização amigável para que o gestor identifique com agilidade unidades ou municípios prioritários e também aqueles cujas boas práticas podem servir de inspiração. Os dados a serem estudados é o usuário quem escolhe e sobe na plataforma: aprendizado dos alunos, perfil docente, contexto escolar, infraestrutura, entre outros.


'O QEdu Gestão busca ajudar, principalmente, na promoção de mais equidade na educação, pois permite uma comparação rápida entre diferentes regiões ou grupos de estudantes. Combater as desigualdades educacionais demanda um bom diagnóstico e um olhar cuidadoso para os grupos mais vulneráveis, como alunos de baixo nível socioeconômico ou de comunidades rurais', explica Ernesto Faria, diretor do Iede.

Privacidade dos dados - O uso da plataforma é gratuito para as redes públicas de ensino. Os interessados devem entrar em contato com o Iede (contato@portaliede.com.br) para que seja estabelecida uma parceria, já que cada rede ou escola tem seu próprio login e senha. Dessa forma, os gestores podem optar por deixar seus dados privados, com acesso restrito apenas aos profissionais com a senha, ou torná-los públicos. É o que está fazendo a Cátedra Sérgio Henrique Ferreira, do IEA-RP/USP, que produziu análises focadas nas cidades brasileiras de médio porte. Todas as planilhas estão abertas ao público, permitindo a análise de especialistas e pesquisadores e abrindo caminho para a cooperação entre municípios e para o compartilhamento de boas práticas."


(Texto divulgado pela assessora do Iede, Lecticia Maggi)