• Demétrio Weber

Jeduca tem novo presidente


O novo presidente da Jeduca, Fábio Takahashi, em foto de Alice Vergueiro/Jeduca.

A Associação de Jornalistas de Educação (Jeduca) tem novo presidente. Fábio Takahashi, editor do núcleo de jornalismo de dados do jornal Folha de S.Paulo, foi eleito nos últimos dias 8 e 9 de junho, em votação on-line. Ele era vice-presidente e substitui o primeiro presidente e fundador da Jeduca, Antonio Gois, que é colunista de educação do jornal O Globo.

A Jeduca foi criada em 2016, com o objetivo de qualificar a cobertura jornalística de educação no Brasil. A entidade mantém um portal na internet, produz conteúdo − incluindo guias que apresentam políticas educacionais em profundidade − e conta com uma editora pública, a jornalista Marta Avancini, que pode ser consultada por repórteres de qualquer veículo de comunicação para tirar dúvidas e discutir pautas.

“O caminho da Jeduca é virtuoso, já somos mais de mil associados, em todos os estados, e uma presença relevante tanto no jornalismo quanto na educação”, disse Takahashi, ao portal da entidade. “Mas temos muito a avançar ainda, precisamos chegar a mais jornalistas fora dos grandes centros, por exemplo, para intensificar a nossa missão de aprimorar o jornalismo de educação no país.” Diretoria

Takahashi terá como vice-presidente a jornalista Renata Cafardo, que é repórter especial e colunista do jornal O Estado de S. Paulo. Os demais integrantes da diretoria são: Angela Chagas, Mariana Tokarnia, Paulo Saldaña e Tatiana Klix, além do próprio Antonio Gois. O mandato é de dois anos, até 2022.

“Após quatro anos na presidência da associação, agradeço a todos que fizeram parte dessa trajetória. Entre erros e acertos, a intenção sempre foi − e tenho certeza de que continuará sendo − contribuir para qualificar o jornalismo de educação no Brasil”, disse Gois, ao portal da Jeduca.

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Educa 2022. Os textos do portal Educa 2022 podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte "Educa 2022".