• Demétrio Weber

Brasil: melhores redes municipais (EF2)

Atualizado: 27 de Set de 2020

A rede de ensino de Pires Ferreira, município a cerca de 290 quilômetros de Fortaleza e com 11 mil habitantes, obteve o mais alto Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Brasil nos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano) em 2019: 7,8.

A média das redes municipais brasileiras ficou em 4,5 (a média geral do país foi 4,9; a das redes estaduais, 4,7; e a da rede privada, 6,4).

Das 10 redes municipais com maior Ideb nos anos finais do fundamental, também chamados de ensino fundamental 2 (EF2), 7 são do Ceará, 2 de Alagoas e 1 de Santa Catarina.

Em termos regionais, há 9 redes do Nordeste e 1 do Sul do país.


O município cearense de Mucambo, primeiro colocado no ranking de redes municipais dos anos iniciais (1º ao 5º ano), ficou na 6ª posição no EF2.


Principal indicador da qualidade do ensino no Brasil, o Ideb é calculado a cada dois anos, com base nas notas de provas de leitura e matemática e no percentual de alunos aprovados.

Os resultados do Ideb de 2019 foram divulgados na terça-feira (15) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).