• Demétrio Weber

'Educação é laica', diz CNTE

Atualizado: Jul 12



A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), entidade que representa profissionais das redes públicas do ensino básico, afirma em nota que a nomeação do pastor presbiteriano Milton Ribeiro para dirigir o Ministério da Educação afronta a laicidade do Estado. A confederação destacou que Ribeiro, anunciado na sexta-feira (10), é um 'ardoroso evangélico' e que sua escolha é motivo de indignação.

"À sua filiação religiosa, não cabe nenhum interdito, já que todos têm o direito a seguir qualquer religião no país, princípio assegurado constitucionalmente", diz o texto, divulgado horas após a nomeação de Ribeiro. "O que nos causa indignação é o cargo a que este senhor está sendo nomeado agora: a educação brasileira é e deve ser sempre marcada pelo seu caráter laico e republicano, agora sob risco de um ministro que, segundo informações veiculadas na imprensa, é visto como 'terrivelmente evangélico'."

A CNTE criticou também a escolha dos 11 novos integrantes do Conselho Nacional de Educação, oficializada no mesmo dia da nomeação do ministro. "(...) o que se pretende com a indicação desses nomes é a retomada do ímpeto de movimentos como o 'Escola sem Partido', de projetos de mercantilização e privatização da educação, além do reforço à ideia de militarização de nossas escolas", diz a nota.

1 comentário

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Educa 2022. Os textos do portal Educa 2022 podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte "Educa 2022".