• Demétrio Weber

Educação, caminho do desenvolvimento

Os 200 anos da Independência do Brasil serão celebrados em 2022, mas somente com educação de qualidade − e para todos − é que seremos verdadeiramente livres.



Unanimidade retórica, a educação não vive só de boas intenções. De norte a sul do Brasil, professores, coordenadores pedagógicos, diretores de escola, gestores e demais educadores são responsáveis por uma infinidade de experiências bem-sucedidas, com resultados positivos para estudantes, suas famílias e suas comunidades.


É gente que acorda cedo e trabalha duro, superando dificuldades que vão muito além de baixos salários ou de carreiras pouco atrativas. Diariamente no chão de milhares de salas de aula país afora, o exercício do magistério toma forma, dissemina conhecimento e estabelece a insubstituível relação professor-aluno, capaz de transformar vidas e formar cidadãos.


Que a educação brasileira tem problemas não chega a ser novidade para ninguém. Mas nossas escolas e redes de ensino são ricas também em boas práticas e em casos de sucesso. Iniciativas pedagógicas e administrativas, isoladas ou não, que mostram que é possível vencer desafios e cumprir a missão precípua de qualquer sistema educacional: garantir o direito à aprendizagem.


É para contar histórias de gente que ensina, aprende e faz o país avançar que este blog Educa 2022 estreia hoje, cheio de disposição e de vontade de acertar. A Independência do Brasil completará 200 anos em 2022. Mas somente com educação de qualidade para todos é que seremos verdadeiramente livres.


Se é verdade que precisamos dar escala às boas práticas da educação, para que cheguem ao maior número possível de pessoas em nosso vasto território nacional, precisamos também valorizar e reconhecer o que temos de bom.

Sabemos que trabalho não faltará, pois temos muito a mostrar. Que as boas práticas e os casos de sucesso da educação brasileira sirvam de exemplo e sejam replicados no país inteiro!

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por Educa 2022. Os textos do blog Educa 2022 podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte "Educa 2022".