• Paulo Pinheiro

Como incentivar o debate on-line

Atualizado: Ago 22


Foto: John Schnobrich/Unsplash

Com muitos professores transferindo a sua sala de aula para o mundo virtual, surge uma questão: como estimular a participação? Em uma aula presencial, existem recursos que facilitam ao professor entender em que ponto está o entendimento da turma em relação ao conteúdo. Por exemplo, a própria linguagem corporal dos estudantes faz com que o professor dê mais ênfase a um determinado tópico. Mas como resolver esse problema nas aulas on-line?


Embora a resposta possa parecer absurdamente simples, um caminho seguro para criar um bom clima para uma discussão on-line é desenvolver um ambiente encorajador para a realização de debates. Por que isso é tão importante? No debate, na qualidade das argumentações, o professor pode encontrar um meio confiável para saber se o conteúdo foi compreendido pelos estudantes.


Mas como desenvolver bom clima para uma discussão on-line? Em primeiro lugar, conheça e use os nomes dos alunos. Também faça com que os estudantes usem o nome uns dos outros. Essas atitudes servem para criar um ambiente de respeito. A troca de ideias deve ser estimulada. Os alunos devem se sentir confortáveis para manifestar a sua opinião.

Dúvidas

Uma questão essencial para que esse processo se desenvolva está nas mãos do professor. É de suma importância que, quando os alunos fizerem perguntas, ele os ajude a encontrar as respostas por si mesmos. Por mais que a tentação de elucidar o conteúdo surja, o professor deve deixar a turma debater, discutir e desenvolver o tema.

Se os argumentos se desenvolverem, tente resolver as disputas recorrendo a evidências objetivas, em vez de autoridade de posição. Se a disputa for sobre valores, ajude os alunos a esclarecerem seus valores e a respeitarem os outros, mesmo que a resolução não seja possível. As controvérsias podem frequentemente formar a base para tarefas de escrita mais interessantes.

Avaliação

Não se esqueça de avaliar a discussão. Eis algumas dicas:


· Observe quantos alunos participaram da discussão.

· Observe quem participou e quem não participou (o que levou determinado aluno a não se engajar).

· Verifique o tom da discussão − foi estimulante e respeitoso?

· Pergunte aos alunos sobre suas reações à sessão de discussão.

Esse é um momento de adaptação e reinvenção. Cada professor deve entender o novo 'ritmo' das aulas on-line. Ainda assim, é importante encontrar soluções para facilitar o aprendizado.


* * *

Paulo Pinheiro é doutor em comunicação social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e instrutor do método do caso, com formação na Universidade Harvard, nos Estados Unidos. Professor há mais de 15 anos, lecionou na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM Sul) e na Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). Sua tese de doutorado trata de algoritmos e comunicação. Como jornalista, trabalhou no ZH Digital, embrião do atual clicRBS; coordenou o setor de comunicação do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers); e foi editor de capa do portal ClicRBS e do portal Terra. É graduado em jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e bacharel em direito pela PUC-RS. Atualmente trabalha como produtor de conteúdo da 818 Game Academy.

O artigo acima é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a visão do Educa 2022.

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Educa 2022. Os textos do portal Educa 2022 podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte "Educa 2022".