• Redação Jeduca

Abertas inscrições para jornalistas e estudantes



É jornalista ou estudante de jornalismo, tem interesse na área de educação e uma ideia de grande matéria? Então você é um candidato a participar do 2.º Edital de Jornalismo de Educação, que oferece bolsas de R$ 8 mil para ajudar jornalistas a realizar reportagens, além de premiar trabalhos de conclusão de curso de graduação (TCCs).


Pautas e TCCs sobre desigualdades educacionais serão priorizados, ainda que outros temas não estejam descartados. As inscrições estão abertas nas categorias Jornalista e Estudante. Confira todos os detalhes no edital: jeduca.org.br/edital.


A iniciativa é da Associação de Jornalistas de Educação (Jeduca) e do Itaú Social, com o  objetivo fomentar a produção de material jornalístico de qualidade sobre temas relevantes da educação pública brasileira.


“Neste momento tão atípico que estamos vivendo devido à pandemia, as desigualdades brasileiras, especialmente as educacionais, já tão grandes, ficaram ainda mais evidentes”, diz Fábio Takahashi, presidente da Jeduca. “Priorizar as pautas e trabalhos relacionados a essas questões é uma forma de estimular e apoiar o olhar mais atento para esses problemas.”


Monografias


Na categoria estudante de jornalismo, também serão aceitas monografias – formato que não fez parte da edição anterior e que atende uma demanda dos estudantes.


“A primeira edição foi marcada pela diversidade de temas, com jornalistas e estudantes de jornalismo compartilhando os seus olhares sobre a educação pública brasileira, sobre os seus desafios e suas conquistas”, lembra Alan Correia, coordenador de comunicação do Itaú Social. “O jornalismo tem papel fundamental no debate para uma educação pública de qualidade.”

Prêmio e valor extra


Para a Categoria Jornalista, são oferecidas oito bolsas de R$ 8 mil cada, para a produção de uma reportagem ou de uma série de reportagens.

O valor do prêmio poderá ser usado de diversas formas, de acordo com o que a pauta exigir, como: garantir que o profissional consiga se dedicar exclusivamente à reportagem ou que possa contratar serviços de profissionais como designers, fotógrafos ou programadores de dados. 

Um valor adicional de R$ 2 mil poderá ser solicitado para cobrir despesas extras, como viagens (caso haja segurança epidemiológica).

Prazos de inscrição


Podem se inscrever profissionais que já exerçam a profissão há pelo menos dois anos, apresentando uma proposta de pauta com roteiro de apuração e carta de aprovação do editor do veículo escolhido (não é necessário ter vínculo com o respectivo veículo).

A reportagem poderá ser publicada em veículos impressos, portais, sites, emissoras de rádio ou TV, mas não serão aceitas indicações de blogs ou publicações pessoais. As inscrições para essa categoria podem ser feitas até o próximo dia 25 de outubro.

Na Categoria Estudante serão premiados três TCCs de jornalismo de educação, com prêmios de R$ 1 mil a R$ 3 mil. Podem se inscrever formandos em 2020 e aqueles cujos trabalhos foram concluídos em 2018 e 2019. Serão aceitos TCCs em diferentes formatos, como livro-reportagem, especial multimídia, programa de rádio, documentário e monografia. Os TCCs necessariamente têm que ter como foco temas relevantes da educação pública brasileira. As inscrições para essa categoria podem ser feitas até dia 31 de janeiro de 2021.

Critérios


Originalidade, qualidade e relevância social serão os pilares para a avaliação da Comissão Julgadora e Editorial da iniciativa, formada pelos jornalistas Denise Chiarato – coordenadora do grupo –, Marta Avancini, Ricardo Falzetta e Rodrigo Ratier. No caso da Categoria Jornalista, será considerada também a importância do valor do prêmio para que a pauta seja executada.

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Educa 2022. Os textos do portal Educa 2022 podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte "Educa 2022".