• Paulo Pinheiro

Áudio e vídeo para o ensino remoto (2)



Na coluna da semana anterior, foram compartilhadas algumas dicas e truques essenciais para garantir que sua configuração técnica esteja funcionando bem. No caso, as questões relativas ao áudio e ao vídeo. Mas ainda há muito a ser discutido sobre esse tema.


Antes de começar a segunda parte dessas dicas, é preciso lembrar que os ensinamentos apresentados neste texto foram extraídos do site Teach Remotely da Universidade de Harvard. Para quem tiver interesse, o material disponibilizado é bem extenso e com inúmeras possibilidades de otimização de configurações de áudio e vídeo para o ensino remoto.

Presença de câmera


Aqui entra uma questão muito pessoal. Alguns professores vão querer dar a aula de pé, alguns vão querer ficar sentados. Em última análise, a escolha é sua, embora ficar em pé possa ajudar a aumentar a sensação de energia e dinamismo. Em dúvida, continue com o formato que você normalmente usa em suas aulas presenciais.


Coloque-se no centro do quadro. Sua cabeça deve estar igualmente afastada da esquerda e da direita e no terço superior da estrutura.


Posicione sua câmera no nível dos olhos ou ligeiramente acima. Quando você olha para a tela, está fazendo “contato visual” com o público. Isso ajudará a criar e manter uma conexão com seus alunos.


Defina a tela e a câmera perpendiculares ao solo. Cuidado! Alguns ângulos podem causar uma distorção de perspectiva. Em vez de inclinar a câmera para se centralizar no quadro, use livros, uma pequena caixa resistente ou mesmo um suporte para colocar seu laptop ou tablet na altura dos olhos.


Estabeleça uma base sólida para você e sua câmera. Sente-se em uma cadeira que não gira e verifique se o computador e a câmera não estão sobre uma superfície instável.


Coloque seu material de apoio onde você possa vê-lo. Não existe uma maneira perfeita de gerenciar a leitura de um roteiro enquanto grava sua imagem na câmera. Pratique de algumas maneiras para descobrir a que é mais confortável para você.

Se você estiver usando um computador de mesa, posicione o script no nível dos olhos e ao lado da câmera, para que possa consultá-lo ao proferir suas falas.


Se estiver usando um segundo dispositivo como um iPhone como câmera, você pode usar seu desktop ou laptop como um teleprompter. Posicione-o logo abaixo do dispositivo e consulte suas anotações, slides ou roteiro à medida que avança pela apresentação.

Qualidade de áudio


É preciso se certificar que você está sendo ouvido. Essa é prioridade principal. Mesmo que sua conexão de vídeo caia por um momento ou dois, o aprendizado pode continuar se seu áudio estiver limpo. Para evitar áudio abafado ou distorcido, teste a distância entre você e o microfone do seu computador ou considere usar um fone de ouvido.


Se possível, use um microfone USB para gravar conteúdo assíncrono. Para experiências síncronas, microfone e alto-falantes embutidos (PC, tablet, celular) geralmente são suficientes, mas é interessante investir em um microfone USB para produção assíncrona. Os microfones USB estão disponíveis em uma ampla gama de preços, desde relativamente baratos até de nível profissional. A escolha deve ser orientada por suas próprias preferências ou seguindo a orientação da equipe de TI do seu departamento ou escola.


Use um espaço silencioso. Encontre um local onde você esteja o mais livre possível de distrações pessoas conversando, cães latindo, ventiladores zumbindo, caminhões buzinando etc. pois isso pode afetar a qualidade do som.


Esses elementos formam o básico no que diz respeito ao áudio e ao vídeo. Dê uma olhada em uma configuração doméstica eficaz que você pode criar, geralmente com ferramentas e equipamentos que você já possui. Como, por exemplo:


· Notebook ou desktop com monitor

· Webcam

· Lâmpada

· Microfone USB


A partir daí, há uma variedade de configurações que você pode criar, dependendo de sua preferência, orçamento e nível de conforto com as ferramentas e a tecnologia. Em última análise, cabe a você decidir o que funcionará melhor, dependendo de seus objetivos pedagógicos.


* * *


Paulo Pinheiro é doutor em comunicação social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e instrutor do método do caso, com formação na Universidade Harvard, nos Estados Unidos. Professor há mais de 15 anos, lecionou na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM Sul) e na Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). Sua tese de doutorado trata de algoritmos e comunicação. Como jornalista, trabalhou no ZH Digital, embrião do atual clicRBS; coordenou o setor de comunicação do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers); e foi editor de capa do portal ClicRBS e do portal Terra. É graduado em jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e bacharel em direito pela PUC-RS. Atualmente trabalha como produtor de conteúdo da 818 Game Academy.

O artigo acima é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a visão do Educa 2022.

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Educa 2022. Os textos do portal Educa 2022 podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte "Educa 2022".